16 abril 2008

Mão de Obra

por Eduardo Galeano
Mohammed Ashraf não vai à escola.Desde que o sol sai até que aparece a lua, ele corta, recorta, fura, arma e costura bolas de futebol, que saem rodando da aldeia paquistanesa de Umar Kot para os estádios do mundo.Mohammed tem onze anos. Faz isto desde os cinco.Se soubesse ler, e ler em inglês, poderia compreender o texto que ele cola em cada uma de suas obras. "Esta bola não tem sido fabricada por crianças".

Nenhum comentário: