El Estado y el Texto / O Estado e o Texto

Imagem
español - Es el texto el enemigo del Estado. ¡No, por supuesto que no! El estado está en función del Texto, el Estado es para sostener el Texto, es por eso que en contrapartida para ayudar a la energía, el Texto debe ser leve, recordemos que estamos hablando de estructuras energéticas, espirituales y mentales, tejiendo sus tramados  en el aire. El Estado es la estructura, los puntos de apoyo, físicos, energéticos y respiratorios en armonía de una forma activa e intuitiva.
Al Estado también se llega por la repetición. Para eso está la partitura, en la que el texto es nada más que una acción física, tal vez el mejor tratado sobre esto sea el capítulo llamado Atletismo Afectivo de "El Teatro y su Doble" de Antonin Artaud.


português - O Texto é o inimigo do Estado? Não, é obvio que não! O Estado está en función do Texto, o Estado é para sustentar o Texto, é por isso que em contrapartida, para ayudar a energia, o texto deve ser leve. Sempre lembremos que estamos falando de estrutur…

Imperdível Livros difíceis de achar DE GRAÇA!!!!

SIM!!!!! clicando aqui pode baixar através de rapidshare livros que todo estudante da vida gostaria de ter, pelo menos para ler uma frase. (A Imensa Minoria não acredita na quantidade de palavras ingeridas, Borges interpretando aos clássicos nos lembra que o universo inteiro está numa pétala de rosa).
POR FAVOR USEM E ABUSEM. PODEM ESCREVER PEDINDO ALGUM LIVRO OU MATERIAL, SERÁ UM PRAZER PESQUISAR E COMPARTILHAR, A VIDA É ISSO.
A Poética (+ ou - 500 A.C)
Autor Aristóteles (formato pdf)
Neste livro de 2.500 anos o autor ( e os miles de tradutores) explica a estrutura de um novo fenómeno chamado Teatro. Aristóteles continua sendo O Cara
Paradoxo sobre o comediante (1769)
Autor Diderot (formato pdf)
“Os comediantes impressionam o público, não quando estão furiosos, mas quando interpretam bem o furor. Nos tribunais, nas assembléias, em todos os lugares onde se quer ficar senhor dos espíritos, finge-se ora a cólera, ora o temor, ora a piedade, a fim de levar os outros a esses sentimentos diversos. Aquilo que a própria paixão não conseguiu fazer, a paixão bem imitada o executa.”
Também contém as seguintes obras do mesmo autor
Cartas sobre cegos para uso dos que vêem
O sobrinho de rameau
Diálogo entre D'Alembert e Diderot entre outros
Imenso Abraço e Boa Leitura

Comentários

Anônimo disse…
Olá,
Muito bom essa idéia. Mas eu não estou conseguindo fazer o download.
se possivel responda em meu email
teatrointerativo@hotmail.com
abraço
Nice disse…
Oi, seu blogger é ótimo! Gostaria muito de poder baixar esses livros:
a) Da senzala à colônia (Emília Viotti da costa)
b) A economia colonial brasileira (Fragoso)

Obrigada!
Nice disse…
Oi, seu blogger é ótimo! Gostaria muito de poder baixar esses livros:
a) Da senzala à colônia (Emília Viotti da costa)
b) A economia colonial brasileira (Fragoso)

Obrigada!

Postagens mais visitadas deste blog

Respeita Januário

Então, o que é essa tal espontaneidade?

A INFÂNCIA E O TEATRO INFANTIL parte II